19 DE DEZEMBRO III SEMANA DO ADVENTO

PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
18Dez2018
| Escrito por Assis
DIA 19 DEZEMBRO - III SEMANA DO ADVENTO. Primeira leitura: Juízes 13,2-7. 24-25a O nascimento de certos personagens, que tiveram grande importância na história do Povo de Israel, é relatado na Bíblia segundo um determinado género literário que se tornou clássico. Lembremos o nascimento de Isaac (Gen 11, 30; 18, 10-11; 30, 22-24) e o nascimento de Samuel (1 Sam 5.20). Hoje lemos o nascimento de Sansão. Nestes casos, Deus escolhe pessoas humildes e «fracas», como se verifica pela esterilidade das mães. O filho que nasce é claramente um dom de Deus, com uma missão salvífica em favor do povo. Aos chamados, Deus apenas pede uma total colaboração, uma alegre simplicidade e uma completa fidelidade ao projecto de salvação. Uma mulher que «não tinha ainda concebido» (v. 2), e o seu marido Manoé, geram um filho, Sansão, um nazireu «consagrado ao Senhor» (v. 5.7) que é profecia do que acontecerá com João Baptista e, sobretudo, com Jesus, filho da virgem de Nazaré, esposa de José. Evangelho: Lucas 1, 5-25 A narrativa do nascimento de João Baptista oferece-nos pormenores que encontramos já no Antigo Testamento, nomeadamente no nascimento de Sansão: aparição do anjo, perturbação e temor na pessoa visitada, comunicação da mensagem celeste; um sinal de reconhecimento. A narrativa da anunciação a Zacarias deve também ler-se tendo presente a da anunciação do nascimento de Jesus. Encontramos algumas semelhanças, mas também diferenças essenciais: Zacarias é visitado no templo e Maria é visitada em sua casa, em Nazaré; Zacarias revela-se incrédulo e Maria, cheia de fé; João Baptista nasce de uma mulher estéril, enquanto Jesus nasce de uma virgem; João «será cheio do Espírito Santo já desde o ventre da sua mãe» (v. 15) e «muitos se alegrarão com o seu nascimento» (v. 14); Jesus será concebido por obra do Espírito Santo (Lv 1, 35) e todos se hão-de alegrar com o seu nascimento (Mt 2, 13); Zacarias ficará mudo; Maria entoa o Magnificat em casa de Isabel Na plenitude dos tempos só há lugar para o acolhimento da palavra de Deus e para a fé simples e jubilosa. O nascimento de Sansão, tal como o de João Baptista, mostra-nos que Deus é capaz de vencer dificuldades humanamente inultrapassáveis: a mulher de Manoé é estéril, Isabel é estéril e avançada nos anos. Assim, Deus mostra que nada se pode opor à sua vontade de salvar os homens. Por meio de Sansão, salva Israel da opressão dos filisteus; por meio de João Baptista, liberta espiritualmente aqueles que se mostram disponíveis, proporcionando para Si «um povo com boas disposições», isto é, realiza a libertação espiritual daqueles que acolherem a sua iniciativa divina. O acolhimento da iniciativa divina é preparado pela conversão pessoal, isto é, pela aceitação da libertação do pecado. Essa libertação manifesta-se na mudança das nossas relações com os outros que passam a caracterizar-se pela liberdade, pela caridade e não pela opressão. A Igreja, no Advento, faz-nos contemplar as maravilhas de Deus para suscitar em nós a esperança: Deus é Senhor do impossível, Deus vence as maiores dificuldades porque quer salvar-nos. O evangelho faz-nos ver claramente estas verdades: Zacarias e Isabel são «justos». Cumprem rigorosamente os mandamentos e preceitos do Senhor. Mas vivem numa certa desilusão. Sofrem intimamente pela ausência de filhos, e, apesar das suas orações, já não têm esperança de os gerar. Por isso é que o anjo começa por dizer a Zacarias: «a tua súplica foi atendida» (v. 13). Zacarias acolhe o anúncio com cepticismo: «Gomo hei-de verificar isso, se estou velho e a minha esposa é de idade avançada?» (v. 18). Esta falta de fé e de esperança, ou esta falta de esperança que leva à falta de fé, exige outro sinal. Será um sinal muito duro, mas necessário: Zacarias ficará mudo até que se cumpra a palavra do Senhor (cf. v. 20). Zacarias e Isabel recebem um filho que não será para eles, mas que se votará a Deus, irá para o deserto e estará ao serviço de todo o povo. A provação preparou para essa graça, dispondo-os a viver um total desapego em relação ao filho. Abramo-nos à esperança que vem de Deus, e não ponhamos obstáculos à realização dos seus projectos de salvação. Vivamos com Maria a nossa preparação para o Natal. Como escreveu João Paulo II: "Maria apareceu cheia de Cristo no horizonte da história da salvação" (RM 3). "Na noite da espera, Maria é a estrela da manhã", é "a aurora" que anuncia o dia, o surgir do sol. Maria é espera cheia de esperança e amorosa confiança, além de segura certeza da presença do Redentor no Seu seio». Fonte: “dehonianos.org/portal/liturgia/”
 

INSTITUIÇÃO DE LEITORES E DE ACÓLITOS

PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
18Dez2018
| Escrito por Assis

 

No passado Domingo 16 de Dezembro do corrente, na Catedral de Gurúè, durante a celebração da Eucaristia, presidida por D. Francico Lerma, Bispo da Diocese, realizou-se a Instituição de Leitores e de Acólitos. Concelebraram vários Padres do clero dicoesano e religioso da Diocdese.

LEITORES - SEMINARISTAS DO 3º ANO DE TEOLOGIA:
1. Barnabé Vieira Mauindo
2. Comido Lucas Manhenhua
3. Constantino Januário Nacache
4. Dinis Nunes Francisco
5. Eustácio Domingos José Namanla
6. Lázaro Germano Namalua
7. Samuel Alegria dos Santos
8. Tarcísio António Pereira

ACÓLITOS - SEMINARISTAS DO 4º ANO DE TEOLOGIA
1. Cahurito Maurício
2. Sauzi Lacerda Macaula José.
3. Timóteo Henrique Cristino
4. Amós Fernando
Acabada a Cerimónia, houve convívio fraterno na Casa Diocesana, durante o qual os neo instituidosmLeitires e acóltos enderezaram uma sugestiva mensagem a D. Francisco e aos Firmadores dos vários Seminários.

   

NOTÍCIAS DA DIOCESE. 1ª QUINCENA DE DEZEMBRO 2018

PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
17Dez2018
| Escrito por Assis
NOTÍCIAS DA DIOCESE. 1ª QUINCENA DE DEZEMBRO 2018 05.12.2018. Na Capela da Casa Diocesana: Vésperas solenes l Vésperas solenes da Dedicação da Igreja Catedral. Bênção do material litúrgico do Jubileu Diocesano. 06.12.2018. Na Igreja Catedral de Gurúè: Dedicação da Igreja Catedral. Celebração da Dedicação da Igreja e da Consagração do Novo Altar. 08.12.2018. Na Paróquia/Santuário de Invinha: Peregrinação Mariana. Peregrinação Diocesana e Proclamação da Imaculada Conceição Co-Padroeira da Diocese. Presidiu S. E. R. Dom Tomé Makhweliha, Arcebispo emérito de Nampula. 09.12.2018. Na Catedral de Gurúè: Encerramento do Jubilelu das bodas de Prata da Diocese. Encerramento do Ano Jubilar dos 25 Anos da Criação da Diocese. Presidiu D. Tomé Makhweliha, Arcebispo Emérito de Nampula. Concelebraram D. Inácio Saure, Arcebispo de Nampula; D. Alberto Vera Aréjula, Bispo de Nacala; D. Manuel Chaunguira, Bispo Emérito de Gurúè; D. Francisco Lerma, Bispo de Gurúè; Mons. Cristiano Antonietti, Encarregado de Negócios da Nunciatura Apostólica; e numerosos sacerdotes do clero diocesano de Gurúè e delegados das Dioceses de Lichinga, Nampula, Nacala e Quelimane. 10 a 14. 12. 2018. Na Casa Diocesana: Retiro anual do clero diocesano Exercícios Espirituais para o Clero Diocesano. Orientador Pe. Tonito José Francisco Xavier Muananoua, Chanceler da Cúria Diocesana do Gurúè. 14.12.1018. Na Casa Diocesana: Encontro do clero com o Bispo. Encontro do Bispo com os sacerdotes diocesanos da Diocese. 15.12.2018. Na Catedral e no Salão do Cine Gurúè II Graduação Universitária. Precedida por uma Solene celebração da Eucaristia na Catedral, presidida pelo Bispo da Diocese, realizou-se no Salão do Cine Gurúè, a II Graduação de 223 finalistas da Extensão de Gurúè da Universidade Católica de Moçambique e do Centro de Ensino a Distância da referida Universidade. Graus de Licenciatura e de Mestrado nas Áreas de Direito, Administração Pública, Gestão, Informática e diversos Cursos na Área da Educação (Geografia, História, Psicologia, Pedagogia, etc.). 16.12.2018. Na Catedral. Durante a Celebração da Eucaristia realizou-se a Instituição dos Ministérios do Leitorado com oito candidatos do 3º Ano de Teologia; e do Acolitado com 4 candidatos do 4º Ano de Teologia. Na mesma celebração realizou-se o Envio Missionário de dois casais de Catequistas das Paróquias de N. S. de Fátima de Alto Molócuè e da Beata Anaurite de Mugulama, que concluíram o Curso de formação no Centro Catequético de Guiúa (Inhambane).
 

NOTÍCIAS DA DIOCESE. 1ª QUINCENA DE DEZEMBRO 2018

PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
17Dez2018
| Escrito por Assis
NOTÍCIAS DA DIOCESE. 1ª QUINCENA DE DEZEMBRO 2018 05.12.2018. Na Capela da Casa Diocesana: Vésperas solenes l Vésperas solenes da Dedicação da Igreja Catedral. Bênção do material litúrgico do Jubileu Diocesano. 06.12.2018. Na Igreja Catedral de Gurúè: Dedicação da Igreja Catedral. Celebração da Dedicação da Igreja e da Consagração do Novo Altar. 08.12.2018. Na Paróquia/Santuário de Invinha: Peregrinação Mariana. Peregrinação Diocesana e Proclamação da Imaculada Conceição Co-Padroeira da Diocese. Presidiu S. E. R. Dom Tomé Makhweliha, Arcebispo emérito de Nampula. 09.12.2018. Na Catedral de Gurúè: Encerramento do Jubilelu das bodas de Prata da Diocese. Encerramento do Ano Jubilar dos 25 Anos da Criação da Diocese. Presidiu D. Tomé Makhweliha, Arcebispo Emérito de Nampula. Concelebraram D. Inácio Saure, Arcebispo de Nampula; D. Alberto Vera Aréjula, Bispo de Nacala; D. Manuel Chaunguira, Bispo Emérito de Gurúè; D. Francisco Lerma, Bispo de Gurúè; Mons. Cristiano Antonietti, Encarregado de Negócios da Nunciatura Apostólica; e numerosos sacerdotes do clero diocesano de Gurúè e delegados das Dioceses de Lichinga, Nampula, Nacala e Quelimane. 10 a 14. 12. 2018. Na Casa Diocesana: Retiro anual do clero diocesano Exercícios Espirituais para o Clero Diocesano. Orientador Pe. Tonito José Francisco Xavier Muananoua, Chanceler da Cúria Diocesana do Gurúè. 14.12.1018. Na Casa Diocesana: Encontro do clero com o Bispo. Encontro do Bispo com os sacerdotes diocesanos da Diocese. 15.12.2018. Na Catedral e no Salão do Cine Gurúè II Graduação Universitária. Precedida por uma Solene celebração da Eucaristia na Catedral, presidida pelo Bispo da Diocese, realizou-se no Salão do Cine Gurúè, a II Graduação de 223 finalistas da Extensão de Gurúè da Universidade Católica de Moçambique e do Centro de Ensino a Distância da referida Universidade. Graus de Licenciatura e de Mestrado nas Áreas de Direito, Administração Pública, Gestão, Informática e diversos Cursos na Área da Educação (Geografia, História, Psicologia, Pedagogia, etc.). 16.12.2018. Na Catedral. Durante a Celebração da Eucaristia realizou-se a Instituição dos Ministérios do Leitorado com oito candidatos do 3º Ano de Teologia; e do Acolitado com 4 candidatos do 4º Ano de Teologia. Na mesma celebração realizou-se o Envio Missionário de dois casais de Catequistas das Paróquias de N. S. de Fátima de Alto Molócuè e da Beata Anaurite de Mugulama, que concluíram o Curso de formação no Centro Catequético de Guiúa (Inhambane).
   

Pág. 1 de 227