Profanada a imagem da "Santinha"

PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
25Maio2012
| Escrito por Dom Francisco Lerma Martínez

 

Por volta das 12.00H de hoje, 25.05.2012, o Comandante da Polícia Distrital de Gurúè comunicou ao Sr. Bispo que a imagem de N. S. de Fátima, que se encontra numa gruta conhecida pelo nome da "Santinha", foi destruída com o lançamento de uma pedra por um desconhecido.

A gruta da "Santinha". A imagem de N. S. de Fátima estava colocada na parte superior.

 

D. Francisco, acompanhado pelo Pe. Manuel Nassuruma, Secretário da Diocese, e pelo o Pe. Luciano Cominotti, Administrador Diocesano e por dois jovens da comunidade local,logo a seguir, nesta mesma tarde, foram até à "Santinha" e constaram a veracidade dos factos.

 

O nome do lugar "Santinha" pintado sobre a rocha

 

Devotadamente, rezaram um "Ave- Maria", em desagravo pela profanação, pelo bom entendimento e  pela paz religiosas e civil, que sempre caracterizou o relacionamento entre os cidadãos da Alta Zambézia. Nunca foi motivo de lutas ou desentendimento a questão religiosa. Este lugar  da "Santinha" foi sempre um lugar "ecuménico", abeto a todos, espaço de oração, de descanso, de sossego e de lazer para os cidadãos de Gurúè, sem distinção de credo, de condição social ou de quaisquer outro classe de discriminação.

A água a correr pelas rochas da "Santinha", ao lado da gruta.

 

 

Ao regresso à cidade, D. Francisco foi até ao Comando da Polícia onde apreciou os danos causados à imagem e a pedra usada por quem praticou o lamentável facto.

Pormenor dos destroços da imagem de N. S. de Fátima,  recolhidos pela Polícia no próprio lugar dos factos.